Até que enfim: laranja pensa verde.

 


Palácio de Belém

O Presidente da República andou a trocar todas as lâmpadas do Palácio de Belém. Para dar o exemplo, reduzir as emissões de carbono e mostrar a quem tem dúvidas da sua fraternidade que é, pelo menos, amigo do ambiente. A medida vai reduzir as 771 toneladas de emissões anuais de CO2, que o Palácio lança para a atmosfera, em 30% e baixar o valor de 157 mil euros anuais da factura energética, que costuma pagar, cerca de 40%.

Nas intervenções levadas a cabo pelos auditores do INETI, GALP e EDP foi proposta a substituição da actual caixilharia, vidros duplos, isolamento de coberturas, instalação de um sistema solar térmico com 50 metros quadrados (que vai fornecer 75 por cento de energia necessária) e de um sistema de produção de electricidade, para além da mudança do consumo de gasóleo para gás natural. A auditoria energética foi qualificada, por fonte oficial da Presidência da República, como tendo sido «exaustiva», tendo sido efectuada nos 18 mil metros quadrados de superfície do Palácio de Belém nos últimos cinco meses.

Fonte: Diário Digital

Cf.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: