Virtudes do silêncio.

Vou confessar que fiquei todos esses dias de boca fechada de bom e imenso grado. Se pudesse ficaria também de gestos quietos por um pouco mais. Para ver se a vida assenta e se aquieta. Nos espaços, aproveitei para ensaiar alguma lógica por aqui. Vazei, enfim, o meu e-mail. Só não consegui coragem suficiente para fazer o mesmo com as SMS empoeiradas e tão fora de prazo, que ainda conservo guardadas no celular, consumindo espaço na memória. No mais, andei lendo tesouros que trouxe comigo da última viagem ao Amazonas, numa paz esparramada no sofá, sorvendo palavras e legados a que ainda não descobri ao certo que rumo dar. Tirando o cumprimento bem comportado dos horários da toma da medicação, o tempo se derreteu abençoadamente por aqui, sob o efeito manso do sol primaveril desse Janeiro que vem entrando pelas janelas e se côa pela casa.
Hoje preciso sair para cumprir pequenas necessidades e pagar a internet. De quebra, uma passagem pela redacção. Hoje é o dia de fecho dos cadernos especiais e, não obstante o esforço físico a que isso vai obrigar-me, sei bem do lôdo absoluto em que a equipa estará emaranhada. A política de recursos humanos vigente em Portugal reduz o razóvel ao limiar dos mínimos e obriga a esticar tudo até aos limites. Basta um precauço, um incidente com alguém e fica instaurado o caos porque não há a menor folga para que alguém possa cobrir a falta de alguém. E é nesse desequilíbrio reinante que as nossas forças e deveres se jogam e a nossa acção é permanentemente equacionada. Por maior que seja o sacrifício que tantas vezes requer, estou convencida que já nem sequer se trata de coragem. Ao limite, é tão só o resultado óbvio da manipulação desse impulso solidário que assiste ao ser humano, mesmo que na condição mais débil e fragilizada.
Bom, e assim sendo, eis-me a caminho da rua, interrompendo por motivos de força maior esse grato retiro a que me tenho visto forçada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: