O herdeiro inconformado.


Edição de 01 Fev. 2008

D. Duarte de Bragança, de seu nome completo Duarte Pio João Miguel Gabriel Rafael de Bragança, é o 24° duque de Bragança e o herdeiro presuntivo do trono, sendo, como tal, príncipe real. Numa longa entrevista concedida a O Primeiro de Janeiro na Fundação D. Manuel II, em Lisboa, e a propósito do centenário do Regicídio que hoje se assinala, dissipou dúvidas sobre a sua legitimidade como chefe da casa real, falou sobre a descolonização, teceu críticas ao sistema de ensino e apelou aos portugueses para que não sejam tão conformistas e contribuam mais para o desenvolvimento do País, enquanto aconselhou os políticos a não gastarem mal o dinheiro recolhido nos impostos.

 

D. Duarte Pio de Bragança acha que «o povo não pode ser mugido como uma vaca» e acredita que a implantação da República, em 1910, como consequência do regicídio, «foi provavelmente a causa do atraso em que Portugal está hoje». Estes e outros considerandos, na íntegra: aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: