‘Brasil, teu verde é o símbolo da vida’.

Clara Nunes, ícone portelense, a cantora que dá nome à rua onde está instalada a sede da Portela*

Além da Beija-Flor que escolheu a região do Amapá para inspirar o desfile na Sapucaí, também a Portela vai aproveitar o Sambódromo para homenagear a Amazónia. Depois do carro abre-alas que, segundo me contaram, leva na frente a maior águia <símbolo do GRES> de sempre na história da escola, e depois dos dois primeiros sectores dedicados à água, ala das baianas incluída <o enredo chamou às 120 senhoras ‘Águas da Vida’, não é belíssima a designação?!>, o terceiro sector – Maravilhas da Terra – é integralmente reservado à exaltação das riquezas e belezas naturais. Será a fase do desfile onde a Amazónia surge em toda a sua exuberância e esplendor. Além de sublinhar a urgência da defesa efectiva desse património, a Portela vai também lembrar o esforço guerreiro de todos os homens que chamaram e continuam chamando essa luta de sua.

Na sequência do enredo, avançará a avenida o terceiro carro, denominado Terra – Templo da Evolução. A alegoria assume a forma da Grande Floresta Tropical e aborda a comunhão do homem com a natureza. No conjunto, estão representados povos que dependem da floresta para sobreviver e se alimentar, desde os aborígenes da Austrália, aos pigmeus das florestas africanas e, obviamente todos os povos indígenas amazónicos, recriando durante o desfile o cuidado que lhes é manifesto na preservação da Natureza que é a sua casa.

Pode parecer coisa pouca, contributo magro, porventura até interesseiro e superficial, mas eu considero importante, ainda assim. Lamento se este meu lado mais garrido desilude alguns sérios e ilustres defensores da causa amazónica. Mais: acrescento sem o menor embaraço que me sinto tremendamente orgulhosa de ver a minha nação amazónida ganhar o chão e as luzes, lá no Sambódromo. Mesmo sendo diversão de vedetas, vedetes, passistas, passantes, curiosos, turistas gringos, cameras japonesas, especuladores de ingressos, vendilhões de camisetas, o que for. Por mim, cada filme japonês que depois chegar ao Youtube, cada gringo que, na volta à rotina do seu país, for fazer ginásio vestindo as t-shirts das escolas, estará sendo útil. Estará fazendo sua parte, mesmo que sem ter noção. Não importa a forma da travessia, o importante é que a Grande Floresta atravesse o Oceano e se torne presença próxima, referência presente e constante nos dias que se vivem do lado de lá da margem mais extrema. Porque uma das maiores preversidades que dificulta a causa da Amazónia é justamente ela ser essa coisa bela e exótica, pura e por isso distante, cobiçada e portanto ameaçada, em risco e por conseguinte a merecer defesa, mas longe da vista e do coração, sempre um problema longínquo e afastado, como sempre nos parecem os dramas dos outros. Até ao dia em que passam a ser nossos.

* foto cedida pela Aninha Vieira

 

Enredo de cada escola para o desfile de Carnaval deste ano:

SÃO CLEMENTE – Os 200 anos sobre a chegada da família real portuguesa ao Brasil.

PORTO DA PEDRA – Os 100 de imigração japonesa para o maior país América Latina.

SALGUEIRO – A beleza do Rio de Janeiro.

PORTELA – As origens e o mistério da vida.

MANGUEIRA – homenagem ao ritmo do Frevo, que requer atributos acrobáticos.

VIRADOURO – Sob o mote “É de arrepiar!”.

MOCIDADE INDEPENDENTE – Brasil transformado em coração do império, após a chegada da corte portuguesa.

UNIDOS DA TIJUCA – Os hobbies dos coleccionadores, da arte e dos selos aos items fetiche.

IMPERATRIZ LEOPOLDINENSE – A família real foge aos exércitos de Napoleão e D. João vai governar para o Brasil.

VILA ISABEL – Dedicada aos trabalhadores brasileiros.

GRANDE RIO – A riqueza em gás da região amazónica de Coari e a luta pela preservação ambiental.

BEIJA-FLOR (actual campeã) – As viagens fantásticas pelo mundo e pelo Brasil.

 

Cf. guideline dos temas das 12 escolas

Uma resposta

  1. […] ficou demonstrado que até na Avenida a água é a coisa mais bonita do mundo!… Estava a prometer e, como se pode ver pelas fotos, a Portela cumpriu. Veio linda demais a escola. Não há como não […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: