Quem disse que esse é ‘O shopping que Manaus merece’?.

No começo do processo desta coisa da construção do gigantesco Manauara Shopping, os responsáveis da Sonae apelaram à certificação ISO 14001, sublinhando a adopção de procedimentos que preservam o meio ambiente, prometendo “consciência e responsabilidade por cada m2“:

O diretor de operações do grupo apontou a contratação da Ambiental Amazônia Consultoria como fundamental para a elaboração de um rigoroso estudo socioeconômico, antropológico, ambiental e de impacto de vizinhança. O Manauara Shopping será construído num terreno que abriga um buritizal e uma nesga de igarapé que estão sendo revitalizados sob a supervisão de técnicos do Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia) e da Ufam.

A 27 de Setembro do ano passado foi divulgado, com pompa e circunstância, um evento que levava o nome de “Mega Festa Neutralizada“, na cidade de Manaus. A coisa consistia em assinalar o lançamento do Manauara Shopping com a comunicação pública de que a construção seria neutralizada com o plantio de aproximadamente 200 árvores.

Ecologicamente correta, a produção da festa conta com o apoio do Instituto Peabiru, que desenvolve projetos de conscientização sobre as questões ambientais. As árvores, entre elas açaí, bacuri e algumas frutíferas, serão plantadas numa das zonas mais devastadas da Floresta Amazônica, o Nordeste Paraense, na época das chuvas, entre dezembro deste ano e maio de 2008.

Fonte: UmStudio.com

Onde o bicho pega é quando você tenta enquadrar esse compromisso empresarial, esse discurso de responsabilidade ambiental, sensibilidade ao impacto gerado pelo empreendimento e respeito pela comunidade local, com notícias e factos como este que o Bessa Freire relata no seu blog:

Manaus, cidade careca. Aqui, as árvores, consideradas “inimigas da civilização”, estão condenadas à morte. A floresta é derrubada, queimada, aniquilada, numa guerra sem fim iniciada pelos portugueses em 1669, quando ergueram o Forte de São José da Barra do Rio Negro. Mas que continua ainda hoje. Para construir um shopping, a SONAE – um império luso que reúne 43 corporações em dezenas de países – acaba de destruir um dos últimos fragmentos de floresta urbana no Igarapé da Magistral.
Os poderes públicos – Executivo, Legislativo e Judiciário – que deviam zelar pela qualidade de vida da população, são aliados subservientes das grandes empresas, que só querem saber do lucro. No século XIX, uma lei proibiu o corte de árvores no perímetro urbano, mas nunca foi cumprida. Há dois anos, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA) anunciou que a meta do prefeito Serafim Corrêa era plantar 1.000.000 (hum milhão) de árvores em quatro anos, transformando Manaus num belo jardim. Conversa fiada. O que fizeram foi desplantar.

publicado em Taqui Pra Ti


A pergunta que fica é a óbvia: anúncia-se o plantio em Setembro de 2007 para ganhar carta branca para o derrube premeditado para Fevereiro de 2008?

Garantem os responsáveis ser sua intenção contribuir para “melhorar a qualidade de vida da população residente“. Impossível e improvável que acreditem ingenuamente que seja essa a meta de que se aproximam quando derrubam e devastam as árvores da cidade.

Sabe, nas rádios de Manaus, passa um jingle promocional do shopping, que diz assim:

Quer uma grande oportunidade de crescimento? Invista no Manauara Shopping, um empreendimento como Manaus nunca viu. Não dá para ficar de fora… Manauara Shopping, o shopping que Manaus merece!

Muito sinceramente, e que me perdoe a certamente capacitadíssima equipa da agência de comunicação contratada pela Sonae, mas sinto-me tentada a refazer o copy:

Manauara Shopping, o shopping que Manaus NÃO merece!

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: