Ronda de Doha e reforma da ONU na agenda do MNE indiano en Brasília

A Ronda de Doha e a reforma da ONU são as duas principais questões a concertar em Brasília, durante a visita do ministro dos Negócios Estrangeiros da Índia esta segunda-feira.
O Governo brasileiro acredita que a crise no mercado internacional e as eleições norte-americanas podem ser factores impulsionadores das negociações.

Iniciada em 2001, a Ronda de Doha enfrenta um impasse devido às diferenças de posições entre os países desenvolvidos e os países em desenvolvimento. Enquanto os Estados Unidos e a União Europeia querem que potências agrícolas como Índia e Brasil reduzam as tarifas industriais, esses dois países defendem a diminuição dos subsídios agrícolas e uma abertura maior do mercado norte-americano e europeu à agricultura das economias emergentes.
(…) Índia e Brasil querem ainda maior participação dos países em desenvolvimento nas instâncias decisórias da ONU e reivindicam, ao lado do Japão e da Alemanha (G-4), um assento permanente no Conselho de Segurança.
Além do G-20 e do G-4, Brasil e Índia participam também do G-5, ao lado da China, México e África do Sul, grupo que representa os países em desenvolvimento de todo o mundo, e do BRICS, junto com China e Rússia. Outro mecanismo do qual são integrantes, juntamente com a África do Sul, é o IBAS, fórum de diálogo e cooperação que reúne três grandes democracias do mundo em desenvolvimento.

Fonte: O Expresso

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: