‘La Chepa’ dobra o Chile, após 112 dias em greve de fome.

Patricia Troncoso concluiu vitoriosamente uma greve de fome de 112 dias, simplesmente para ter o direito de, após cumprir 5 anos da condenação – por, sendo mapuche, povo originário do Chile, defender as suas terras da invasão de empresas transnacionais, que lhes expropriam as terras, a água, a vida –, cumprir o resto da sentença em regime semi-aberto. Foi a segunda greve de fome; a anterior durou 63 dias. Nesta, ela emagreceu 25 quilos, mas não a abandonou – demonstrando a convicção que todos os que apelam a esse método de luta deveriam ter – até conseguir o reconhecimento pleno das suas reivindicações pelo governo chileno. ler na íntegra

por Emir Sader

Patricia Troncoso, conhecida por “la Chepa“, é activista pelos direitos dos Mapuches no Chile. Vinha chamando a atenção para a militarização de algumas comunidades mapuches, as invasões sistemáticas das suas terras, as agressões e assassinatos, além da expropriação das fontes de água que sempre pertenceram ao seu povo. Foi incluída na lista de presos políticos que, após ataques do 11 de Setembro, foram classificados como “terroristas” pela Lei de Segurança Interna do Estado. A violência a que tem sido sujeita na prisão é relatada aqui.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: