O autarca e o juiz: comédia em vários actos.

Deixa ver se entendi:

Há um senhor que preside uma autarquia onde reside um outro senhor, que o acaso quis que lhe calhasse na rifa para presidir a um julgamento onde é arguido. Vai daí, o Senhor-que-é-presidente convoca a Comunicação Social para declarar que o Senhor-que-é-juiz se quer vingar dele porque lhe embargou a obra de uma casa, que em tempos trouxe em construção. Vai daí a Comunicação Social publica e as declarações saem no jornal. Vai daí o Senhor-que-é-presidente dá ordem aos seus assessores para que, de tesourinha em punho, tratem de recortar as notícias que saíram no jornal. Vai daí, preocupado com a credibilidade da Justiça e zeloso da imagem que esta pode deixar aos olhos dos cidadãos, pega nos recortes, junta-os num molhinho e – com base nessas mesmas notícias, das quais ele próprio foi a fonte – trata de pedir o afastamento do caso do Senhor-que-é-juiz, alegando que, ao lê-las, existe o perigo de a opinião pública encarar «com desconfiança e suspeita» a motivação do dito magistrado no processo.

É isto?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: