Os “lares” para viúvas, da Índia.

Chuyia tem 8 anos. Os pais arranjaram o seu casamento com um homem que morre antes de chegar a conhecer. É atirada para um lar, como a lei obrigava a que se fizesse com todas as mulheres viúvas. No lar mora Kalyani, uma outra rapariga que, como tantas outras, se prostitui para garantir a subsistência de todas as mulheres que vivem no lar, algumas delas já demasiado velhas e quase à beira da morte.É este o foco do filme Water, realizado por Deepa Mehta em 2005, que está editado em DVD e a que assisti por sugestão da Patrícia Gouveia.
Uma história sobre a sina das viúvas na Índia do século passado, que depois de perderem o marido perdiam igualmente o direito à vida, obrigadas a recolher a lares onde passariam o resto dos seus dias, isoladas do resto da sociedade, resumidas ao único destino de esperar o passar do tempo.
Além de remetidas ao esquecimento, estas mulheres viviam em condições de absoluta degradação. Sem fonte de sustento e impedidas de voltar a casar ou refazer a sua vida, não tinham sequer dinheiro para comer, dependendo inteiramente da caridade alheia para sobreviver. Não raras vezes, as mais novas usavam a prostituição para pagar as despesas das mais idosas, num jogo social que todos conheciam mas preferiam ignorar, em nome do zelo pelos ditames de uma tradição que se queria conservadora.Depois de Gandhi as coisas iniciaram uma lenta marcha de mudança. Esta já não é uma realidade absoluta, mas ainda subsiste nos dias de hoje.

Um filme a que valeria a pena ser visto, sobretudo por todos aqueles que consideram a instituição do Dia Internacional da Mulher no calendário mundial um disparate infundado, que “já não se justifica“.

Uma resposta

  1. É uma vergonha que na India em pleno seculo XXI, mulheres são tratadas com se fossem nadas.
    O que seria da India e de toda essa cambanda de homem se as mulheres deixassem de existir. Como voces podem respeitar a ideia o código de um ‘ser’ preconceituoso que é esse tal de MANU, que concerteza queima no fogo do inferno.
    Pois criou leis que deixou as mulheres de seu país sofrendo e de mãos atadas. Cade a ONU que nao tomou providencia ainda?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: